Fabiano Medeiros

Direção Musical e Sopros

Ocelo Mendonça

Cordas e Sopros

Ytto Morais

Percussão

Humberto Pedrancini

Direção Cênica

Espetáculo cênico-musical em homenagem ao Repente, à Literatura de Cordel, à Poesia Matuta e aos seus artistas
Obra ímpar que agrega elementos ancestrais da musicalidade sertaneja nordestina às composições musicais e poéticas do espetáculo
Homenagem in memoriam a: Leandro Gomes de Barros – pai da Literatura de Cordel Domingos Fonseca – ícone como poeta lírico do Repente Patativa do Assaré – caboclo que imortalizou a poesia matuta
Cenografia que alia modernidade e tradição, com o uso de projeções digitais